Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

P`los cabelos

P'los Cabelos nasce da minha vontade de chegar a mais pessoas que não só as que se sentam na minha cadeira do salão. Um dia no salão, entre clientes e amigas, brinquei que o faria e aqui estou!

P`los cabelos

P'los Cabelos nasce da minha vontade de chegar a mais pessoas que não só as que se sentam na minha cadeira do salão. Um dia no salão, entre clientes e amigas, brinquei que o faria e aqui estou!

20
Jan21

Auto-conhecimento

O que te traz o auto-conhecimento?
Vou falar de mim. 
Quanto mais me conheço mais sei definir os meus vários lados, porque embora eu seja a mesma pessoa eu tenho que saber "estar" nos vários sítios que preciso. 
Não vou ter as mesmas atitudes ou gestos em casa ou no meu local de trabalho, em casa até gosto de me sentar no chão! Toda torta! No salão gosto de ter uma atitude profissional, costas direitas, por exemplo.
A Joana mãe é diferente da Joana amiga, não vou  falar com a minha filha de 5 anos as mesmas coisas que vou falar com as minhas amigas, com elas, com o meu irmão e marido eu estou de igual para igual com a minha filha não, nem com a minha mãe ou patrões, hierarquicamente eu tenho de saber o meu lugar, para a Maria(minha filha) vim antes, para a guiar, até que ela faça escolhas em consciência, já com a minha mãe eu tenho que respeitar que ela chegou antes de mim e viveu noutro tempo com outras oportunidades, por mais que eu compreenda eu nunca vou chegar ao lugar dela.

O problema é que eu, Joana, fiquei meio perdida na infância e busquei compensar a falta do meu pai nas minhas relações, namorados e patrões, e a compreensão da minha mãe nas minhas amigas e colegas, não sabia que quando crescemos temos que procurar ser maduros para saber onde estamos e o que esperar das pessoas. Essa expectativa elevada sempre nos magoa.

Fora de casa não existem os nossos pais, mas eles vão connosco no que nos ensinaram, e até nos erros que cometeram, por termos esse conhecimento não precisamos de voltar a cometer o mesmo erro, se soubermos olhar para ele e aceitar que a pessoa fez como sabia, com as ferramentas que tinha e agora Adulto: chegou a tua vez de fazeres a tua parte. 
Eu Joana, procurei ajudar para aceitar o que em criança vivi, e senti, para ter ferramentas para ser uma adulta, é duro mas nesta fase só nós podemos cuidar de nós, chega de culpar o passado, é olhar para o que somos, o que queremos ser e procurar ferramentas para o que não soubemos mudar. A cada novo passo mais um tempo que demora, cada passo é lento para nós, mas o universo não tem tempo e quando olhamos para trás passou a correr.

Quanto mais te conheces mais te permites ser único. A tua individualidade vem do conhecimento das tuas capacidades, da aceitação das tuas raízes e do que decides, agora,para o teu futuro. A todos os momentos estás a fazer escolhas.. até quando arrumas a tua casa, vai aos poucos, toma pequenas decisões até que um dia és suficientemente forte para mandares na tua vida.

0E419D9C-52D8-4FF7-8170-106ABA6D28B4.jpeg